Banda 1º de Maio – Igarassu

Seja bem vindo ao breve resumo sobre a Banda 1º de Maio (Igarassu/PE)

A MÚSICA EM IGARASSU
(extraído do site “Igarassu tem.com” )

A música sempre foi, de todas as artes, aquela que sempre tocou mais profundamente o coração humano. Desde a antiga Grécia até os tempos contemporâneos que ela, nas suas mais diversificadas formas vem acalentando gerações e mais gerações do gênero humano, quer nos momentos de alegria, tristeza ou de patriotismo.

Igarassu, como não poderia deixar de ser, também teve seus expoentes na música. A notícia mais antiga, até agora encontrada, sobre o assunto, informa “… que em 10 de abril de 1629, Simão Furtado de Mendonça era nomeado Mestre de Capela para a igreja de Igarassu, este documento régio lhe outorgava todos os privilégios, liberdades, priminências e tudo o mais que lhe pertencer, assim e da maneira que gosavam os mestres que hão sido da dita  capela.

Aos 23 de setembro de 1749, em viagem de inspeção ao norte da Capitania, chegou à vila para uma visita de sete dias o então governador de Pernambuco Luís José Correia de Sá, que veio acompanhado do bispo. Enquanto aqui esteve participou de diversas atividades civis, religiosas e militares. Informa em seu diário, inclusive, que em todas as noites em que estive nesta vila houve bailes, entremezes e música.

Em 1859, visando aplacar os ressentimentos causados pela Revolução Praieira, D. Pedro II resolve visitar Pernambuco. No roteiro está incluída uma visita a Igarassu para onde parte de Olinda por volta das cinco e dez da tarde do dia 04 de dezembro de 1859. Por volta das 8 menos 10, chega à Monjope, onde é recebido pelo Dr. Manoel Joaquim Carneiro da Cunha. “… Ali, no pátio todo juncado e cheio de folhas odoríficas, apeou S.M. ao som do hino nacional tocado por uma música de pancadaria”.

No dia seguinte, ao visitar a vila de Igarassu “… Sua Majestade foi acompanhado pelas autoridades e por duas bandas de músicas, da entrada da vila ao pavilhão, deste à matriz, e desta a um coreto construído em frente do paço da Câmara, onde tocaram alternadamente até o momento em que partiu para Goiana”.

Na vila, nessa época, existiam uma banda de música militar e outra de uma sociedade particular, cujos dados não conseguimos localizar na documentação existente no município.
Uma outra associação que muito contribuiu para o desenvolvimento da música em nosso município foi a BANDA 1º DE MAIO, hoje pertencente ao município de Itapissuma.Não se sabe ao certo quando a Sociedade Musical foi fundada. É tradição oral que a mesma teria sido instituída em 1885 pelos senhores Hermenegildo Bento de Paiva, Mário Júlio da Cruz, João Bento de Paiva, Manoel Lourenço e Manoel Borba, todos residentes no então distrito de Itapissuma.

Em documentação coeva, a notícia mais antiga encontrada a respeito de uma orquestra em Itapissuma nos advém de 08 de setembro de 1886, quando os senhores Antônio Correia do Espírito Santo, Francisco de Paula Correia, Cosme Damião Biluca de Mello e Antônio Mariano de Barros, receberam 16$000 (dezesseis mil réis) pela tocata durante o enterro e visita da cova do Capitão Manoel Lourenço da Silva Sobrinho.

A Banda 1º de Maio pertenceu ao município de Igarassu até 1982

A Banda 1º de Maio passou a pertencer ao município de Itapissuma em 1982, quando  emancipou-se de Igarassu.

__________________________________________________________
Fonte: http://www.igarassutem.com/ct/14/www.aceigarassu.com.br
Anúncios