Intercâmbio

Paranhos 1Maestro Luiz Paranhos – Inciou na Música nos anos 70 na Escola Técnica Federal/AL, com Mestre Manuca. Nos anos 80 estudou trombone e composição. Nos anos 90 fez licenciatura em Música na UFAL. Entre 2004 e 2011 reestruturou a Banda de Música Pimentel (São Miguel dos Campos/AL). Hoje preside a Federação de Bandas de AL.

Intercâmbio  – abaixo você encontra partituras com arranjos, e composições, do Maestro Paranhos que passou a colaborar com o Catálogo em 2012. 

Como-ler-PartiturasBanco de Partituras
com alguns de seus arranjos

visite:

linha1

Da visita a Pernambuco em 2013

Gasparina e ParanhosEste encontro provou a importância de Comunicação que o Catálogo online Bandas de Musica possibilita.
Agradecemos a Dona Gasparina (representante da BMPG, Pombos/PE) e ao Maestro Paranhos (representante da Febamfal/AL) por esse “encontro tão simples”,  mas construtivo para todos.

Em dezembro de 2013, recebemos a visita do Maestro Paranhos (de Maceió/AL). Na ocasião o Maestro veio para conhecer a BMPG e foi recebido por Dona Gasparina (no Município de Pombos/PE).

Clipes – Registramos o encontro, e montamos a autobiografia dele nos 04 clipes apresentados. Vários temas são abordados: a importância da Banda de Música para cidade do interior, o que é um Mestre Regente, como distinguir Banda e Orquestra, como se dá o gesto compositor.  Assista os clips biográficos deste músico alagoano que ama nosso frevo.

Maestro Luiz Paranhos  – clipe 1
chegada a Pombos, PE dez. 2013  //  inicio da biografia (como descobriu a Música)  // Homenagem ao Mestre Manuca (ETFAL)  //  a Banda de Música da ETFAL  //   o elã da Música o estigma do músico  //  o gesto compositor

Maestro Luiz Paranhos – clipe 2
estrutura de Banda de Música  //  distinção entre: Banda e Orquestra  //  Importância do Mestre de Banda  //  a importância da Banda de Música  //  música em família

Maestro Luiz Paranhos – clipe 3
o sentido social da Música (participação prof. Edmilsom  (AL)  //  “Música é a mãe das artes” //  prof. Edmilson (tubista)  //  o que é Mestre de Banda  //  homenagem (in memoriam) ao Mestre Manuca – ETFAL  //  o Regente acadêmico e o Mestre de Banda  // o sentido social da Música  //  Maestro Paranhos (AL) análise sobre Bandas participação prof. Edmilsom

Maestro Luiz Paranhos – clipe 4
o encontro com Dona Gasparina (BMPG/Pombos/PE)     //  chegada a Pombos/PE   // reconhecimento do trabalho realizado por Dona Gasparina  //  visita a sede da BMPG  //  Severino Falcão de Ataíde (novo presidente da BMPG)  //  Sr. Osíris (a saúde contábil da BMPG)  //  Sr. Tota (coletor de contribuições)  //

______________________________________________________

_Conheça a biografia do Maestro Paranhos,
veja como se faz nascer um músico/compositor_

paranhos1

Maestro Luiz Paranhos

Luiz Carlos Sandes Paranhos nasceu em Maceió-AL em 06/06/1952. Aos 17 anos, ingressou na Escola Técnica Federal de Alagoas (ETFAL), hoje Instituto Federal de Alagoas (IFAL) no curso de Eletrotécnica e iniciou seus estudos musicais no trombone de pistões com o maestro Manuca na Banda de Música da mesma escola. Interessou-se pela música na ETFAL durante a solenidade de hasteamento da bandeira que acontecia todas as segundas-feiras com a participação da Banda de Música executando os hinos pátrios.

Como eletrotécnico trabalhou na CHESF (Companhia Hidrelétrica do São Francisco) onde permaneceu entre 1973 e 1975 vindo a participar da banda de música dos funcionários da mesma empresa sob a regência do maestro Expedito Aguiar juntamente com seus colegas Isael Tonheiro, Luiz Alves Tobias e Luiz Cláudio (Branco).

Em 1º de agosto de 1975 foi para Salvador-BA para trabalhar no Pólo Industrial Petroquímico de Camaçari na empresa COPENE, hoje Braskem. Em 1982 volta a estudar música na Escola de Música e Artes Cênicas da Universidade Federal da Bahia (UFBA) no Curso Preparatório de Música. Neste ano estuda trombone com o professor Horst Karl Schwebel e em 1983, estuda composição com o professor Lindenberg Cardoso.

Participou também em 1982 da Oficina de frevos e dobrados do mestre Fred Dantas ainda aluno de graduação e entre 1982 e 1986 fez parte da Banda Sinfônica da UFBA sob a regência de Schwebel. Ainda em Salvador, em 1985, compôs um dobrado em homenagem ao maestro Manuca, sua Composição nº 001.

Iniciou seus estudos de graduação em Composição e Regência em 1992 na Escola de Música e Artes da UFBA, estudando até o 3º período anual e afastando-se por motivos de saúde.

Aposenta-se em 1996 e volta para Maceió onde ingressa na Licenciatura em Música da UFAL. Conclui o curso em 1999. Faz diversos trabalhos com música popular como instrumentista e na área de produção musical.

Em 2004 reestrutura e legaliza a Banda de Música Maestro Bráulio Pimentel da cidade de São Miguel dos Campos- AL, a qual permaneceu sob sua batuta no período de 15 de janeiro de 2004 a 30 de outubro de 2011. Aliada a banda formou uma Escola de Música onde era professor e formou a grande maioria dos músicos participantes da banda. Compôs cerca 79 peças sendo a maioria para banda de música além de arranjos para orquestra de frevo e banda de música.

Desde 2007 faz parte da Federação de Bandas e Fanfarras de Alagoana (FEBAMFAL) onde desempenha a função de maestro geral. Atualmente é o presidente da instituição.

Funda em 2009 a Orquestra de Frevo Los Paranhos.

Em 2012 participou do Pró-Bandas da Secretaria de Cultura de Alagoas, realizando a digitação e algumas alterações no hino oficial (veja aqui e baixe as partituras).

Eleito como representante da sociedade civil no Colegiado Setorial de Música / CNPC / MinC, para o mandato de 2 anos (dezembro de 2012 à dezembro de 2014).Publicado no Diário Oficial da União (DOU) de 18-02-2013.

Fotos 

veja mais fotos 

veja fotos da visita a BMPG/Pombos-PE

linha1

montagem-do-textoInformativo Banda da Banda ( Ano III – Nº 18 – Amparo/SP – outubro de 2012) Nesta edição encontramos texto desenvolvido pelo Maestro Luiz Paranhos com o significativo título: Reposição Humana nas Bandas de Música.

fonte: arquivo do Maestro Paranhos, clique na imagem ao lado

 

linha1

– C o m e n t á r i o – 

Mensagem original
De: Catarina de Labouré
Para: luiz-paranhos
Assunto: Re: pagina no Catálogo
Enviada: 07/04/2013 17:40
Caro Paranhos,
Sua iniciativa de articulação e colaboração com o Ponto de Cultura “Bandas Centenárias Convergência Digital” é louvável e exemplar, nos dá orgulho. Espero que muitos representantes da sociedade civil no nosso Estado sigam o seu exemplo e o exemplo dessa iniciativa pernambucana.
Da parte desta Secretaria, temos nos esforçado para mostrar que essas possibilidades são reais, e como prova disto temos procurado, incansavelmente, animar vocês e articular parcerias para o apoio às iniciativas de fortalecimento e valorização das bandas de música e fanfarras de Alagoas. Entretanto, insisto: não podemos ir além da vontade e empenho dos que compõem esse segmento, em Alagoas Veja o exemplo pernambucano. Como gestora da Rede Alagoana de Pontos de Cultura e incentivadora do PRO-BANDAS ALAGOAS, sei do esforço e empenho que o Ponto de Cultura pernambucano vem desprendendo para obter tais resultados.
Maestro Paranhos, temos acompanhado o seu esforço, o do Brandão e o da FEBAMFAL; e acreditamos quê com mais entusiasmo, trabalho, organização, envolvimento e as parcerias já articuladas chegaremos longe. Quem sabe se também não teremos um novo Ponto de Cultura com um trabalho focado na mesma direção do Ponto pernambucano! Um novo Edital está para ser lançado.
Parabéns, mais uma vez, a você e ao Ponto de Cultura “Bandas Centenárias Convergência Digital”.
Vamos em frente.
.

CATARINA DE LABOURÉ
Formação e Difusão Cultural
SECULT-AL

linha1

veja também:

Orquestra Los ParanhosOrquestra de Frevo Los Paranhos – AL. Fundada em 2009 com o intuito de fortalecer a cultura do Frevo, entre músicos e o público, como uma das possibilidades de vivencia da brasilidade. Um modo de expressar nosso país pela música. Essa concepção vem colaborando para o surgimento, e desenvolvimento, de músicos alagoanos se dedicando a execução e estudo do Frevo. A frente do grupo está o Maestro Luiz Paranhos, antes de tudo, um amante das Bandas de Música, professor, arranjador, compositor. Fruto de universo musical hibrido,sendo assim nada mais lógico que seu entusiasmo pelo Frevo. (veja aqui)
Contato:
luiz-paranhos@bol.com.br
______________________________
Veja Também:
Banco de Partituras do Catálogo Bandas de Música de Pernambuco
JG BRandão  – (compositor, instrumentista, professor)
Wilson Lucena – pesquisador (AL)
F E B A M F A L
Federação das Bandas de Música e Fanfarras de Alagoas