Maestro Adelmo Apolônio

Adelmo Bombardao

Maestro Adelmo Apolônio

Nasceu em 20 de novembro de 1964, iniciou sua carreira como clarinetista e saxofonista em 1979, na Banda Sinfônica Juvenil Pernambucana/Recife.

A Banda faz parte da Escola Jonas Taurino.

Foi lá que o jovem Adelmo percebeu a Música, sendo iniciado pelos Maestros/professores, ou melhor, reconhecidos “Mestres de Ofício” e profundos conhecedores do universo musical das Bandas de Música, os Srs.: 

José Caetano
Geraldo Santos
Ademir Araújo
e Cacimbão

Atualmente o Maestro Adelmo valoriza ainda mais o consciente envolvimento desses profissionais, comprometidos com o desenvolvimento  e construção sociocultural por meio da Música, que foi inserida na evolução cognitiva de alunos de uma área pobre de Olinda, e que gerou ótimos resultados.

Diga-se por sinal que a Escola Jonas Taurino (Escola Caranguejo) o local onde a Banda e os estudos de música se desenvolveram, foi um dos mais promissores projeto de ensino e profissionalização de Música em nosso Estado.

Vários felizes fatores se combinaram e o futuro, na Música, transformou a vida de muitos daqueles alunos. Centena de músicos foram lançados no mercado de trabalho, dentre eles o Maestro Adelmo Apolônio.

O Maestro Adelmo chamou a atenção para um comentário do Moraes Moreira sobre o método de percussão do pernambucano “Reppolho”, um dos mais importantes músicos do país.

Autoditada Reppolho ao longo de décadas sistematizou amplo conhecimento sobre instrumentos de percussão. Mas o modo como orginzou e disponibilizou os dados fez o Morais concluir:

O Dicionário Ilustrado de Ritmos & Instrumentos de Percussão” é de uma grandeza sem par, quanto mais eu leio mais eu penso:

Que beleza!
Em um país onde faltam escolas de música, “o Músico pode ser a Escola”.

A concepção didática do percussionista “Reppolho” e a observação do Morais Moreira sintetizam o significado que a Música adquiriu na vida do Maestro Adelmo Apolônio.

Defendo o ponto de vista que a democratização do conhecimento é um caminho que possibilita descobertas construtivas no âmbito do ensino da arte, e ciência, da Música.
(Adelmo Apolônio)

ABANFARE-MAESTRO ADELMO

Maestro Adelmo Apolônio

___________________________________
– sobre evolução profissional –
(breve apresentação)

Fundador, como clarinetista, da Banda Municipal do Paulista e como regente da Banda de Música da FCCMO e Orquestra Tradicional de Olinda, onde é Diretor Artístico.

Laureado no Concurso Jovem Instrumentista do Brasil, com o prêmio Menção Honrosa em Piracicaba/São Paulo – 1986. Prestou concurso para as Bandas de Paulista, Jaboatão dos Guararapes, Cidade do Recife e professor do CEMO, recebendo sempre o 1º lugar.

Fez cursos de regência com Evenilde Veras (BSJP), Osman Gioia (UFPE), João Batista Gonçalves (Londrina), Eleazar de Carvalho (Paraíba), Henrique Gregório (CPM), François Carry (CPCMR, CPM e CEMO), Roberto Farias (Natal e Curitiba) e Dário Sotelo (Campos do Jordão/Tatuí – São Paulo).

Participou do Iº Curso Internacional de Música da Paraíba; IV, V, VIII e IX Festival de Música de Londrina; 32º e 34º Festival de Inverno de Campos do Jordão – Núcleo Tatuí; 13º Curso Internacional de Música de Curitiba; IX, X, XI e XII Curso Internacional de Verão de Brasília.  Isaac Karabtchevsky (nas edições do MIMO – de 2008 a 2013).

Participou de várias turnês internacionais com conceituados grupos, entre eles: OrquestraFoto Maestro Adelmo Romançal e o Balé Popular do Recife, na França (1987), Canadá (1996) e Cuba (1997); com Antúlio Madureira e Banda Perré Bumba, na Bélgica e Holanda (1993 e 1996), Suíça (1998), Alemanha (2000); com a Grande Banda Pernambucana em Portugal (1998); e a Banda Swing, na França (1998), como clarinetista e saxofonista.

Participou da I Conferência Regional Sul-Americana de Compositores, Arranjadores e Regentes de Banda Sinfônica – Tatuí/São Paulo (2002), onde foi eleito dentro da Conferência para representar o norte-nordeste do Brasil, na associação de Compositores, Arranjadores e Regentes de Banda Sinfônica da América do Sul. Foi assessor do Coordenador de Música do 1º Festival de Inverno de Garanhuns.

Fez curso de introdução a Musicoterapia e Psicocibernética na Paraíba promovido pelo El Instituto Internacional de Musicoterapia y Psicocibernética,y El Centro de Musicoterapia e Biopsicocibernética, Steven Halpern.

Participou como clarinetista e saxofonista dos eventos RECIFREVOÉ, FREVOÉ e do 1º, 2º, 3º e 4º Concurso de Música Carnavalesca de Pernambuco, nas funções de Maestro e  Diretor Artístico.

Estudou Harmonia, Contraponto e Análise Musical, segundo Heinrich Schenker, com a Professora Cleide Dortan Benjamim. Ministrou cursos de Regência de Banda na Cidade de Cruzeta – Rio

adelmo

Maestro Adelmo Apolônio

Grande do Norte (2000 e 2002), a convite da Fundação José Augusto, Curso de Regência para Bandas Filarmônicas de Pernambuco pela Fundarpe, e da Banda Saboeira de Goiana, e capacitação em Regência pela ABANFARE-PE.

Como Regente convidado, regeu a Orquestra Camerata de Olinda, Banda de Música Amigos do Recife, Banda Sinfônica Juvenil Pernambucana. Foi Regente Titular e  Diretor Artístico da Banda  de Musica do CEMO.

Regeu nomes nacionais e internacionais consagrados, como: Charles Schlueter (USA), Nailson Simões, Edvandro Borges, Ayrton M. Benck, Eliel Correia, Marcos Carneiro, Donald Stuart (USA), Ivaneide Pereira, Estevan Vieira, entre outros.

Em março de 2004 tornou se imortal ocupando a cadeira de nº 12 da Academia Pernambucana de Música.

Em 2005 recebeu da câmara municipal de Jaboatão dos Guararapes a comenda VITAL DE NEGREIROS no grau de COMENDADOR, maior titulo concedido a uma personalidade. No mesmo ano também participou da 1ª Conferência Municipal de Cultura de Olinda e da 1ª Conferência Estadual de Cultura  de Pernambuco.

Entre os anos de 2010 e 2012 foi “Regente Titular” da Banda Filarmônica 22 de Novembro de Paudalho-PE.

Atualmente desenvolve as atividades de:

      • Professor do Centro de Educação Musical de Olinda (CEMO),
      • Regente Assistente da Banda Sinfônica Cidade do Recife desde 1993.
      • Desde o ano de 2010 faz parte do corpo de jurado da ABANFARE-PE,
      • Em Julho de 2013 assumiu a Regência da Banda Filarmônica Saboeira de Goiana-PE (fundada em 1843).
Anúncios