Maestro Normando (RN)

BANDA 14 BIS - CAPA DA PÁGINA
  • Onde o Sr. nasceu?
    Nasci na cidade de João Pessoa, PB, em 1949, na Maternidade Cândida Vagas;
  • Na sua família tinha músicos? Como a música surgiu em sua vida?
    Todos os membros da minha família da parte de pai (somente os homens), tocavam na Saboeira e viveram em Goiana. Um dos membros, um primo (Clovis Mendonça foi mestre da Saboeira e meu tio avô, Virgílio Mendonça, um dos presidentes). Estudei um período, teoria musical com o mestre Alberto, em 1960. Éramos uma pequena classe de alunos, mas não tocava na banda, pois ainda não tinha condições técnicas segundo o maestro, para ingressar no quadro instrumental. Não podíamos ainda tocar na Curica por ordens do meu avô, Henrique Borges, que tocava flautim na Saboeira e nem mesmo podíamos passar na calçada da Curica. Havia uma rivalidade extrema, inclusive crimes de ambas as partes. As bandas dividia a cidade em duas partes.
  • E sua passagem por Goiana? 
    Passei quase toda minha infância em Goiana, mas residia em João Pessoa, porém pelo fato de ser saboirense, sempre estava a dar apoio e assistir as apresentações  locais;
  • Tocou com as Bandas de lá? 
    Na Curica Jamais!!! Mas, por ironia do destino, muito mais tarde, quando retornei a Goiana (1992), após viver em São João del-Rei MG por um bom período, fui convidado pelo então prefeito de Goiana, (Gadelha), para assumir o cargo de mestre da Curica, mas por pouco tempo, pois por mais que pareça incrível quando souberam que pertencia aos sabores da Saboeira, fui demitido sumariamente,  sem nem mesmo saber.

_______________________________
Maestro Normando Carneiro
FORMAÇÃO ACADÊMICA LIVRE

– Banda de Música Pe Cromácio Leão Prática/performance – Trompete
(com o Maestro Luis Caetano) Jaboatão, PE – 1964/1967;
Técnicas/composição do frevo de rua;
Curso com o Maestro Lourival de Oliveira – Recife, PE – 1965/1967;
– Banda Municipal do Recife –
   Prática/orquestração e arranjos (c/Maestro Luiz Caetano) Recife, PE – 1965/1967;
– Banda de Música do Liceu de Artes e Ofícios –
    Prática/performance – Saxofone (c/Maestro Ferreira) – 1966/1967;
– Banda de alunos do Colégio Ferreira Viana –
    Prática/Regência e Arranjos – Rio de Janeiro (RJ) 1968/1969;
– Regência –
   com o Maestro Jamil Maluf, Tatuí (SP) 1981;
– Regência –
   com o Maestro Sergio Magnani, B. Horizonte (MG) 1984/1985;

______________________________
FORMAÇÃO ACADÊMICA (Institucional)

 Licenciatura Plena em Música
* Escola de Música da UFRJ/RJ * Escola de Música da UNI RIO/RJ – 1976 (transferido)
Mestrado em Ciência da Arte
* Instituto de Arte e Comunicação – Universidade Federal Fluminense-RJ 2003
– Disciplinas: – Imagem e Criação; – Arte, Poder e Subjetividade; – Seminários Especiais 1 – Geração e Comunicação do Conhecimento; – Antropologia das Representações Sensíveis; – Seminários Especiais 2;  – Orientação de Estudos e Realização de Trabalho Final;
Título da Dissertação: – “CORETOS EM CONFLITO”
Membros da Banca examinadora: – Professora Dra. Piedade Carvalho (orientadora); – Professora Dra. Harlei Aparecida Albert Raymundo – UFRJ – Professor Dr. Fernando Ribeiro – UFF – Obs.: Aprovado com  Nota 10,0 Sendo recomendado a Publicação

______________________________
Pesquisas, publicações e discografia:

» Coretos: Imagens Eternas: Estudos de Ciência da Arte. Publicação do Programa de Pós Gradação, ano 4, 2002 – pág 163/180 – Universidade Federal Fluminense – Niterói, RJ; O ponto de interesse desse texto é apresentar a “busca” de uma ética de vida, em prol de um mundo melhor, estimulada e desenvolvida pelas imagens sonoras emergentes da música destas duas Corporações Musicais da cidade de Goiana (Zona da Mata Norte de Pernambuco).
» Tese de Mestrado defendida no Rio de Janeiro em 10 de março de 2003 Coretos em Conflito – Universidade Federal Fluminense – Orientadora: Prof. Dra. Piedade Carvalho;
»  CD – Suítes e Dobrados – Banda Sinfônica de Cruzeta – Pró-Reitoria de Pesquisa da UFRN;
»  CD – Banda de Concertos da Escola de Música da UFRN – produção: Escola de Música;
»  CD – A Música Modo-Quartal do Nordeste Brasileiro – Banda Sinfônica de Nova Odessa, SP;

_______________________________
A Música do Maestro Normando Carneiro

soudcloudChamamos a atenção, em mais um breve histórico biográfico, sobre outro músico que conseguiu desenvolver seu conteúdo graças ao processo de aprendizagem no ambiente das Filarmônicas.
É interessante que nosso leitor possa ouvir a musica produzida por este professor, maestro e compositor. Sua música é intensa e indicativa quanto a elementos da cultura nacional. Sua timbragem universal ganha identidade pelo aspecto acima citado. Inicie a leitura ouvindo seus temas. Ouças composições do Maestro Normando no Soundcloud.

______________________________
Resultado de imagem para youtube mp3
outras composições do Maestro Normando

Azul e Encarnado Suite Pastoril – Normando Carneiro
Banda Filarmônica do Rio de Janeiro
Brejeira – valsa – Normando Carneiro
Banda Filarmônica de Cruzeta, RN
Concertino – Tributo aos Dantas – Normando Carneiro
 Banda Filarmônica de Cruzeta, RN
Coreto – Fantasia – Normando Carneiro
Banda Nova Odessa-SP
Dobrado sinfônico – Danilo Guanais – Normando Carneiro
Banda Filarmônica de Cruzeta, RN
Sinfonia Nordestilus – Normando Carneiro
para orquestra de cordas (sampleado)
Suíte Princesa do Seridó
Banda Filarmônica de Cruzeta, RN
Suíte Terra do Sol – Normando Carneiro
Banda Filarmônica de Cruzeta, RN

Links

» Prefeitura do Recife – Boletim Diário – Sec. Comunicação – Banda Sinfônica Cidade do Recife
» Conservatório Musical de Tatuí apresenta: Maestro Normando Carneiro – Rege Espetáculo

Vídeos 

» Poema Sinfônico “Quadros de Seridó” Normando Carneiro
fonte: Carlinhos Alberto Vieira Lira
A Orquestra sinfônica convida o Mestre Sandoval Moreno como solista,para interpretar o Poema Sinfônico de Normando C. Silva no III Concerto da temporada 2014 exatamente dia 25/09/2014 na sala de concerto Maestro José Siqueira_Espaço Cultural José Lins do Rego em João Pessoa PB e como biss a obra Brasileirinho (Waldir Azevedo ).
» Missa dos Canudos (Kyrie e Glória)  – Coral Harmus  – Normando Carneiro
fonte:  Normando Silva
Publicado em 12/10/2013 – regência da Maestrina Leninha. Obra escrita em homenagem ao beato e revolucionário Antônio Conselheiro, que descreve sua ideologia religiosa e as lutas pelo poder da terra denominada “Canudos”. Foi escrita originalmente para coro e orquestra. Esse vídeo é uma transcrição para coro e piano. A regência é da maestrina Leninha Campos. O acompanhamento é do pianista Humberto Luiz. Coral: HARMUS do Instituto Valdemar de Almeida da Fundação José Augusto do Estado do Rio Grande do Norte – Brasil. Obra escrita pelo compositor e maestro Normando Carneiro.
 »  Suíte Pastoril – Banda Filarmônica do Rio de Janeiro – Normando Carneiro
fonte: Antonio Seixas
Publicado em 03/12/2013 – (Suite Pastoril) – Normando Carneiro – Concerto realizado no dia 20 de outubro pela Banda Filarmônica do Rio de Janeiro na Igreja da Candelária. Obra escrita pelo compositor e maestro Normando Carneiro. Antonio Henrique Seixas, regência (www.bfrj.com.br).
__________
__________________
______________________________
Obra musical (40 anos de composição)
1.   Valsa No 1 para piano – 1974
2.   Concerto “Sertanejo” para Violão e Orquestra em Sol Maior – 1982
3.   Nação Negra Brasil – Ópera em 04 Atos – 1990
4.   Álvaro Carelli – dobrado – 1990
5.   LÍVIA – Ópera em 3 atos – 2000
6.   O Coreto – Abertura (para banda sinfônica) 2000
7.   Haroldo Ribeiro de Carvalho – dobrado Sinfônico – 2002
8.   Nordestilus – Sinfonia para cordas em três movimentos – 2003
9.   Danilo Guanais – dobrado – 2003
10. Os Guardiões – dobrado Sinfônico – 2003
11. Suíte “Terra do Sol” – para banda sinfônica – 2003
12. Mestre Bembem – dobrado Sinfônico – 2004
13. Canindé Senna – dobrado sinfônico – 2004
14. Suíte “Princesa do Seridó” – para banda de sinfônica – 2004
15. Suíte “Tributo aos Dantas” para trombone e banda sinfônica – 2004
16. Concertino para clarinete e banda sinfônica – 2004
17. Ronaldo Lima – Dobrado sinfônico para banda – 2004
18. Sinfonia Sertaneja em 03 movimentos para banda sinfônica – 2004
19. Suíte Pastoril – Azul e Encarnado – 2005
20. Márcio Beltrami – dobrado sinfônico – 2005
21. Brejeira – Valsa para banda sinfônica – 2005
22. Aboio – Rondó para trompa e banda sinfônica – 2005
23. Quadros do Seridó – Poema Sinfônico para banda – 2006
24. Concertino para dois clarinetes e Banda Sinfônica – 2006
25. Missa dos Canudos para coro e banda sinfônica – 2007
26. Baião de Seis – fantasia (para violino, oboé, trompa, trompete, trombone e Fagote)
27. Maxixe para Banda Sinfônica La Belle époque
28. Poema Sinfônico Quadros do Seridó, para trombone e banda;
29. Suíte Concertante para flautim e Banda Sinfônica; 2012

______________________________
EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL
–  1970  a   2013  –

INSTITUIÇÃO

DISCIPLINA

Banda de Música do 24º BC – Exército São Luiz/MG

Saxofone

Conservatório Estadual – São João Del-Rei/MG

Harmonia

Conservatório Estadual – Uberlândia/MG

 Regência/Harmonia/Orquestração

Conservatório Estadual – Uberlândia/MG

Harmonia/Prática/orquestra

Conservatório Estadual – Montes Claros/MG

Canto Coral/Percepção Musical/Saxofone

Escola de Música da Fundação Cultural do Maranhão – São Luiz/MA

Regência/Harmonia/Orquestração

__________________________________
____________________
____________

Direção de grupos vocais e instrumentais
(maestro titular)

__________
Corais

1.  Coral Pró-Música – Juiz de Fora – MG
2.  Coral da Universidade de Barra Mansa – RJ
3.  Coral da Associação Desportiva Matsulfur – Montes Claros – MG
4.  Madrigal Schola Cantorum – Uberlândia – MG
5.  Madrigal da Escola de Música do Maranhão – São Luiz – MA
6.  Coral da TELERN – Natal – RN
7.  Coral da COSERN – Natal – RN
8.  Grupo Vocal Síntese da Caixa Econômica Federal – Natal – RN
9.  Coral SEBRAE – Natal – RN
10. Coral do Departamento de Artes da U.F.R.N. – Natal – RN
11. Coral Em Canto do Assu – Assu RN 

______________
Bandas de Música

1.   Banda do Colégio Ferreira Viana – Rio de Janeiro – RJ
2.   Banda do Conservatório Estadual de Música – Montes Claros – MG
3.   Banda de Música de Bocaiuva – Bocaiuva MG
4.   Banda Sinfônica da FEBAM (Regente Fundador) – Barra Mansa – RJ
5.   Banda da Companhia Siderúrgica Nacional – Volta Redonda – RJ
6.   Banda de Câmara “Francisco Vilela” (Reg. Fundador)- Rio Claro – RJ
7.   Banda Municipal (Regente Fundador) – Rio Claro – RJ
8.   Banda de Concertos da UFRN (Regente Fundador) – Natal – RN
9.   Banda Sinfônica da Escola de Música da UFRN
10. Banda Sinfônica 14 BIS de Parnamirim, RN

________________
ORQUESTRAS
(Regente fundador)

1. Camerata do Conservatório Estadual – S. João Del – Rei – MG
2. Orquestra de Câmara do Conserv. Estadual – Montes Claros – MG
3. Orquestra Sinfônica do Conserv. Estadual – Uberlândia – MG
4. Orquestra de Câmara da Universidade de B. Mansa – RJ
5. Orquestra Experimental de Música Dramática, Natal – RN

________________
(Regente convidado)

1.  Banda Sinfônica da Guarda Nacional Republicana de Lisboa – PT -1987
2. Complexo de Bandas: Exército, Polícia e Prefeitura – João Pessoa – PB – 1993
3. Orquestra Sinfônica do Rio Grande do Norte – Natal – RN – 1996
4. Banda Sinfônica da cidade de Cruzeta – RN – 2004/2005
5. Orquestra de sopros da cidade de Nova Odessa – SP 2005
6. Banda Sinfônica da Aeronáutica – RN 2008
7. Banda Sinfônica José Siqueira – UFPB – 2010 e 2011
8. Banda Sinfônica do Santuário do Bom Jesus do Matozinhos, MG
9. Maestro Titular semana de Metais do Conservatório Estadual Pe José Maria Xavier/São João Del Rei/MG 2013
10. Banda Sinfônica de Matozinhos – MG 2013

______________
Cursos Ministrados

»  Curso Especial de Regência – 93 horas – Exército Luiz/MA – 1979
» Arranjos para Conjuntos Vocais e Instrumentais 30 h Conservatório Estadual de Música-Uberlândia/MG 1980
»  Análise Musical – 30 horas – Conservatório Estadual de Música de Uberlândia/MG – 1980
» Curso para Instrutores e Auxiliares de bandas marciais -32 h.–Prefeitura de João Pessoa/PB-1993
» Oficina de Instrumentistas de Banda Sinf. Festival de Inverno de Campina Grande – UFPB – 1993
»  Técnica Vocal Aplicada a voz corista 60 horas – Departamento de Artes da UFRN.- 1996
»  Regência do Plano Horizontal – Departamento de Artes da U.F.R.N – 1996
»  Regência do Plano Horizontal – Universidade de Barra Mansa – Rio – 1999
»  Harmonia Instrumental – Escola de Música – U.F.R.N – 2003
»  Oficina de MPB – SESC – Barra Mansa – RJ 2003
»  Seminário de Música (orquestração) – Fundação José Augusto – RN 2004
»  Harmonia – Casa Talento – Petrobrás – RN 2005
» Arranjos e Orquestração para Banda de Música –Seminário– Fundação J. Augusto e UFRN-2006
» Maestro Titular do Festival de Sopros do Conservatório Estadual de Música “PE” José Maria Xavier – Oficinas de  Performances em grupos e um concerto final – São João Del-Rei – MG.

_________________
Outros cargos e funções

1. Diretor Artístico pesquisa/realização-Auto do Pastoril–Conservatório de Música–SºJoãoDel-Rei 2006/2007
2.  Membro do Conselho Municipal de Cultura de Barra Mansa/RJ 1985/1990
3. Supervisor Musical da Companhia Siderúrgica Nacional (CSN) Volta Redonda, RJ – 1989/1991.
4. Secretário de Cultura da Prefeitura Municipal de Rio Claro/RJ – 1990/91
5. Chefe da Divisão de Produção Cultural da Sec. Turismo, Cult. e Desporto da Prefeitura de Goiana/PE 1992/94.
6. Coordenador do Primeiro Encontro de Corais da Pref. Mun. De Cabedelo/PB – 1993
7. Diretor Musical da Ópera “Nação Negra Brasil” UFRN – 1996
8. Membro do Colegiado da Escola de Música da UFRN
9. Orientador pedagógico do Curso de Licenciatura em Música – Escola de Música da UFRN 2006
10. Vice-Coordenador Acadêmico da Escola de Música da UFRN – 2006/2007
11. Presidente da Banca Examinadora – seleção de professores de música -IF Petrolina/PE–2010
12. Membro da criação do Curso de Licenciatura em Música da UFRN;
13 Membro de Banca examinadora para Prof. de História da Música -Bacharelado da Escola de Música/UFRN
14. Maestro titular Encontro de Instrumentos de sopros do Conservatório Estadual de Música/Sº João Del Rei/MG2013
_______________________________
veja também textos do Normando Carneiro:
.
lourival-de-oliveira-clarinete-1Crônicas e Lembranças – HOMENAGEM – (26/11/2016)
Texto I: Uma inusitada experiência com Lourival de Oliveira
Texto elaborado como uma forma de agradecimento do ex-aluno para com seu professor.  Normando Carneiro foi aluno de Técnicas/composição do Frevo de Rua. Curso com o Maestro Lourival de Oliveira – Recife, PE – 1965/1967, nesse período ele também tocou na bandinha do Lourival.
representacao-bidimensional-da-distorcao-causada-pela-massa-de-um-objeto-gravidadeCrônicas e Lembranças – Arte  –  (27/01/2017)
Texto II: Imortalidade Artística  
Arte é a atividade realizada através de um ser energético inteligente que ocupa, e manipula, um corpo físico hospedeiro. Artista, essa entidade se manifesta através de uma ordem estética a partir de percepções estilísticas individuais, do tempo, emoções e ideias, com o objetivo de estimular esse interesse de consciência em si, ou mais espectadores, e cada obra de arte possui um significado único e diferente. Arte é universo de possibilidades de criação.
capa  Coretos - ebookCrônicas e Lembranças -Dissertação Mestrado
Texto III  –  Coretos: Imagens Eternas 
Texto com função especifica de lançar elementos para análise sobre um período exato na existência de duas importantes Bandas de Música de Pernambuco (Curica e Saboeira). O ponto de interesse desse texto é apresentar a “busca” de uma ética de vida, em prol de um mundo melhor, estimulada e desenvolvida pelas imagens sonoras emergentes da música destas duas Corporações Musicais da cidade de Goiana (Zona da Mata Norte de Pernambuco). Dissertação do Maestro Normando Carneiro (compositor, arranjador, pesquisador ) Obs. Este texto foi extraído do periódico “Poiesis”: Estudos de Ciência da Arte v. 4 (2000) – -Niterói, 2000 – v.: II;
ct-musica-aneis-arvores-900Crônicas e Lembranças (2014)  –  Texto IV  –
A híbrida música nordestina:
tonal e modo-quartal “do nordeste brasileiro”

A música denominada “Modo-Quartal do Nordeste Brasileiro” é uma experiência nacionalista que contempla como matéria prima, o cancioneiro nordestino tratado harmônica e melodicamente segundo o modalismo regional em parcela com a técnica quartal. Em função disso, verificamos que o autor desfaz intencionalmente a condição tradicional dos encadeamentos reservando para alguns acordes, modal e (ou) quartal funções de dependência ou atração tradicionalmente acadêmica.

________________________ 
Fotos:

logomapeamento