Palestrantes

PALESTRAONLINEPalestra
É apresentação oral que pretende instruir, informar ou ensinar as pessoas a respeito de um assunto. Um tipo de palestra muito conhecido é a aula expositiva, dada pelo professor em uma universidade ou colegial.
Palestras são usadas para transmitir informação de natureza histórica, prática, teórica e equacional. Geralmente o palestrante posta-se em uma posição de destaque no cômodo e recita informação relevante relativa ao conteúdo da palestra. (fonte: wikipedia.org)

Disponibilizamos vários clipes com músicos civis e militares, compositores, e outros profissionais envolvidos com música ou compreensão cognitiva da realidade. Formulamos a abordagem para os palestrantes, como entrevista. Assim cada participante expõe sua visão de mundo em torno do conceito Bandas de Música e vários aspectos a ele ligado. Visando constituir uma visão positiva da profissionalização de músicos mostramos também vários elementos de teor biográfico ligado a evolução sócio-econômica do palestrante entrevistado.

A função do material abaixo disponibilizado é indicar o cunho educativo, artístico, ético-profissional, cultural da Música como arte e ciência humanista, cooperativa, coletiva, construtiva. A direção dos clipes é baseada numa visão holista sobre a opinião de cada  palestrantes , intenta apresentar o conhecimento prático individualizado pela organização pessoal construída participantes ao longo de suas vidas.

Músicos

Maestro Minuto (professor, arranjador, instrumentista e luthier). Iniciou aos 10 anos seus estudos na Capa Bode. Atualmente é regente na Banda Capa Bode (Nazaré da Mata) e na Banda Municipal de Buenos Aires (Buenos Aires) ambas na Zona da Mata Norte de Pernambuco. E está finalizando o Curso de Regência no Conservatório Pernambucano de Música.

Maestro Isaías Ferreira, pernambucano, regente, professor e arranjador, residente no Rio de Janeiro. É um bom exemplo da persistência e amor ao instrumento, ainda hoje partilhado por muitos estudantes de Música. Aprendeu a tocar sax e clarineta na Banda da escola e nela também conheceu o Maestro Mario Câncio que apresentou o fagote e a regência. Esse encontro mudou sua vida.

Maestro Adelmo Apolônio, clarinetista e saxofonista, atualmente é Professor do Centro de Educação Musical de Olinda (CEMO), Regente Assistente da Banda Sinfônica Cidade do Recife desde 1993. Desde o ano de 2010 faz parte do corpo de jurado da ABANFARE-PE. Em Julho de 2013 assumiu a Regência da Banda Filarmônica Saboeira de Goiana-PE.

Newton Caivano – Saxofonista,  arranjador, professor e maestro, bacharel em direito, pós-graduado em psicopedagogia e comércio exterior. Certo  o dia… conheceu o “Frevo”. Desde então esse músico paulista é o mais pernambucano entre nós, há décadas! Uma ponte entre nossa música e o Conservatório de Tatui (SP).

Roque Neto – professor de trompete da Escola Municipal de Arte João Pernambuco em Recife, professor de trompete da Escola Técnica Estadual de Criatividade Musical, trompetista da Orquestra Contemporânea de Olinda, coordenador do Encontro-Ensaio de Trompetistas em Recife.

Maestro Juliano Barbosa – integrante da Orquestra Sinfônica do Theatro Municipal do Rio de Janeiro desde 2008. Anualmente realiza em Pernambuco a Oficina OFLIM (abrangendo: Bom Jardim, Orobó, Limoeiro, João Alfredo e Surubim, entre outras).

Estevam Vieira – Presidente da OMB, Tubista da Orquestra Sinfônica do Recife. Foi professor de Tuba no Centro Profissionalizante de Criatividade Musical do Recife.

Chromácio Leão – Foi primeiro Trompa no Teatro Nacional de São Carlos na Espanha. Participou na fundação de várias Orquestras Sinfônicas no Brasil desde 1974 (Campinas, Salvador, Belo Horizonte, João Pessoa, Belo Horizonte).

Roberto Silva – Saxofonista, arranjador, compositor, professor de saxofone e prática de conjunto no CEMO. É o atual regente da Big Band CEMO.

Maestro Jô – Compositor, arranjador, atual regente da Banda Monsenhor Uchoa (Camutanga-PE). Compôs os frevos: Aurora no frevo 1, 2 e 3, e os dobrados Os Veteranos e Felipe de Souza. Desenvolveu método de divisão musical baseado nos fragmentos rítmicos do folclore brasileiro respeitando a temática da música mundial.

Otávio Gusmão – há 72 anos é integrante ativo da Banda 22 de Novembro, percussionista-baterista, é um belíssimo exemplo de amor a Música e a Banda. Aos 84 anos, tocando e fazendo parte do conselho fiscal, está sempre presente aos ensaios e apresentações. Memória viva da instituição. (clipe biográfico)

Compositores/Arranjadores

Hugo Martins – Conhecido mais pela resistência em dedicar toda a sua carreira à valorização da música pernambucana, Hugo Martins também prestou grande contribuição à Paixão de Cristo de Nova Jerusalém, onde faz a sonoplastia desde 1970. O radialista também se revelou como compositor de frevo desde o início dos anos 80, tendo lançado um disco com o conjunto de sua obra.  Há mais de 40 anos, ele comanda o programa “O Tema é Frevo”, diariamente na Universitária FM.

Maestro Luiz Paranhos – compositor, professor, maestro, excelente arranjador disponibilizou algumas de seus trabalhos para nosso Catálogo. O maestro Paranhos é nosso primeiro colaborador de outro estado (Alagoas).

Maestro Ademir Araújo – Compositor, arranjador, regente, pesquisador. Iniciou sua atividade musical-profissional em 1958, na Banda da Prefeitura da Cidade do Recife. Professor, ativista cultural, atualmente é regente da Orquestra Popular do Recife e da Banda Amigos da Cidade do Recife, visite o Projeto biográfico Formigueiro. Em 2014 ganhou a versão em “quadrinhos” de sua biografia ;

Nanã – Hoje aos 85 anos continua compondo, e sem utilizar instrumentos para tal. Vamos fazer um resumo de sua trajetória musical. Clovis Aragão “Nanã”, fez arranjos teve composições executadas, gravadas e como músico tocou também nas seguintes Bandas de Música e Orquestras de Frevo

Maestro Marcos F.M. – regente da BSCPM, representante da nova geração de músicos que desenvolveu amplo conhecimento já nesse início de caminha. Ele participou do Seminário Encanto das Muralhas e disponibilizou alguns de seus arranjos e composiçõespara nosso Catálogo.

Maestro Beethoven Cunha. Originário de Goiana/PE, passou pelas Bandas Saboeira e Curica. Atualmente é compositor, arranjador, professor, regente e escritor. A audição de suas músicas indica a presença cultura brasileira, inserida no ambiente erudito. Neste 2º semestre de 2014 estará regendo um concerto integral de suas obras no Instituto Belas Artes de Curitiba, a convite do maestro Aldo Vilani. Depois no Rio onde estreará obras para violino e orquestra de violoncelos no ENCONTRO INTERNACIONAL DE COMPOSITORES DE HOJE.

Maestro Normando Carneiro (compositor, arranjador e professor). Iniciou seus estudos ainda na adolescência, aos 15 anos de idade. Aposentado pela Escola de Música da Universidade Federal do Rio Grande do Norte, continua a desenvolver suas atividades em nível de arranjador, compositor e maestro convidado. Iniciou seus estudos em Pernambuco e percorreu vários outros estados, e municípios, buscando aperfeiçoar sua música. Enquanto pesquisador o Maestro Normando detém um acervo de conhecimento sobre o conceito “Banda de Música”.

Maestros de Frevo

Capiba, Edgard Moraes, DudaNunesAdemir Araújo, Clóvis Pereira, Nelson Ferreira, Edson Rodrigues, Spok,  José Menezes.

Músicos Militares

Suboficial Ivan  –  Saxofonista e arranjador da Banda de Música da Base Aérea do Recife. Compositor, interprete, conhecedor de amplo repertório, diversificado, eclético. Maestro do Grêmio Musical Henrique Dias.

(veja aqui SO Ivan  convida:  Sgt. Belisario
 Clipe — 4 – SO Ivan do Espírito Santo (sobre Bandas de Música) – participação especial: Sgt. Emanuel e Sgt. Belisário – músicos militares oriundos de Bandas de Música, uma clara demonstração da importância das Bandas na formação destes profissionais. Sgt. Belisário faz homenagem, in memoriam ao Mestre de Banda Aluízio, da Sociedade Musical Carlos Gomes de Marechal Deodoro (AL). Fala sobre a formação básica na Banda de Música do interior para profissionalização, formação social e humanista nas Bandas de Música do interior.

Clipe — 5 Sgt Belisario fala sobre Bandas de Música, músico iniciado na Sociedade Musical Carlos Gomes (Marechal Deodoro/AL). Faz várias observações pertinentes a diferença entre:
* – formação de Bandas e  modo de pensar do compositor;
* – prática musical -conjunto e composição;
* – Banda de Música – Banda Sinfônica – Orquestra Sinfônica;
* – composição para:  Banda de Música (em movimento);
* – composição para Orquestra e Banda Sinfônica – em palco;
* – diferentes formações  e correspondente instrumental.

Suboficial LucivalteFoi regente auxiliar da Banda de Música da Base Aérea do Recife, ao longo de décadas desenvolveu técnica de copista;

Subtenente BatistaFoi mestre de música Banda de Música do CFAC/4°BIS/Rio Branco-AC. e da Banda de Música da 7ª Brigada de Infantaria Motorizada no 16ºBimtz/Natal-RN;

Sargento Sobrinho – Trompetista, serviu no 14º RI, Jaboatão -PE, como músico militar, atualmente desenvolve oficina sobre técnica de sopro continuo;

Sargento Adelson – Baterista, serviu na Banda de Música da Base Aérea do Recife, atualmente é regente da Sociedade Musical XV de Novembro e da Filarmônica Manoel Bombardino. Possivelmente o melhor baterista de frevo. Músico original e sereno.

Sargento Emanuel  – Flautista da Banda da Base Aérea do Recife, músico Oriundo da Banda Saboeira (Goiana/PE). Desenvolve também atividade como flautista no grupo Uruaé e faz o curso de licenciatura com ênfase em flauta transversal na UFPE. Emanuel Cabral também desenvolve pesquisa sobre a Música em Goiana.

Sagento Lívio Patrício – Trombonista, jovem músico da Marinha. Num breve relato o instrumentista faz uma apresentação de sua trajetória. Inicialmente a fase de estudos na BMPG. Depois o trabalho do “Mestre de Banda” Merinho. Conclui com a importância da banda de música numa cidade do interior. 

Subtenente Abdias Oliveira. Leia o texto escrito pelo Sub. Ten. Abdias Oliveira da Banda da base Aérea do Recife sobre “Os Meninos do Recife”. Tudo teve inicio há várias décadas, porém lá naquele começo tudo que si podia imaginar era onde melhorar aquele presente. Hoje, depois de tantos anos, os bons frutos são colhidos. Não só por um, mas fundamentalmente por todos que direta ou indiretamente colaboraram na formação dos músicos oriundos da Banda Sinfônica Juvenil Pernambucana, da Escola Cônego Jonas Taurino (Peixinhos, Olinda/PE)

Pesquisador

Ricardo Vernieri – Bacharel em Administração UNICAP/PE, Mestre em Administração UFPB, Prof. Assistente da Universidade Estadual do Piauí/UESPI, atualmente faz doutorado em Ciências da Comunicação UNISINOS/RS. Desenvolve seus estudos na linha de pesquisa sobre Economia Política da Comunicação. Analisa em sua ótica o sentido e significado do Ponto de Cultura e do Catálogo Bandas PE.

Observação especial:

Arthur BigHead – “abh”, Bacharel e professor em Filosofia pela UFPE, músico autodidata, pesquisador da etno-estética pernambucana coordena as ações do Catálogo Bandas de Música de Pernambuco. 

Edson de Melo – Atualmente é professor de piano e violão clássico na Universidade Aberta e no Conservatório de Frankfurt. Há duas décadas fora do país, desde então, desenvolve pesquisas sobre Epistemologia com foco na criação da Teoria do Brasil. Devido a importância cognitiva de todo material editado sugerimos que os interessados em desenvolvimento da compreensão sobre a realidade brasileira possam acessar o blogPAI e acompanhar a formatação do blog  Teoria do Brasil.

logo PC

Anúncios