Suboficial Lucivalte

Foi regente auxiliar da Banda da Base Aérea do Recife

Filarmônica XV de Novembro Cabense – Teatro Fênix (RJ/1977)
Regência Maestro Agrício Santos
Fonte: foto do arquivo do SO Lucivalte, é o 3º da 2ª fileira a esquerda, o mais novo da formação

“Caboco”, um jovem garoto da Cidade do Cabo de Santo Agostinho, iniciou seus estudos de música na Filarmônica XV de Novembro Cabense com os professores Manuel da Lage e Agrício Brás dos Santos.

Ao longo de sua trajetória na Filarmônica participou como músico trompetista do 1º Campeonato de Bandas de Músicas Civis (Concerto para Juventude) no teatro Fênix no Rio de Janeiro, realizado pela FUNART, consagrando-se, a Filarmônica, Vice-campeã brasileira (ver foto ao lado).

Ingressou na Força Aérea Brasileira, como cabo, sendo posteriormente aprovado na Escola de Especialistas da Aeronáutica saindo como 3º Sargento Músico. Sete anos depois chegou a 2º Sargento, do mesmo modo chegou a 1º Sargento. Nesse período passou a desenvolver a regência auxiliar da Banda da Base Aérea do Recife, quando recebeu a patente de Suboficial e consolidou seu original modo de reger.

pela regência da Banda da Base Aérea de Salvador veja trecho
FREVO SANFONADO – BASV – OUT08

Tem os seguintes cursos e diplomas: Curso para Mestre e Contra-mestre de Bandas de Música do Estado de Pernambuco ministrado pelo Maestro Othonio Benvenuto. Curso de Introdução da Metodologia de Ensino – Base Aérea do Recife. Curso de Manutenção de Reparos de Instrumentos Musicais na Universidade da Força Aérea. Estágio de Música de Câmara. Aperfeiçoamento Profissionalizante de Criatividade Musical do Recife e Regência de Banda e Orquestra com o professor François Carry. Curso Prático de Técnicas de Instrumentos de Sopro com o Trombonista Jacques Mauger. Curso de Regência de Bandas com o Profº Sandoval Moreno no Circuito de Bandas de Pernambuco.

SO Lucivalte a frente da Banda da BARF, no Teatro Santa Isabel
Fonte: foto do arquivo do SO Lucivalte

Diploma de Honra ao Mérito do Exército Brasileiro e da Força Aérea Brasileira, Medalha Militar de Ouro com passador de Ouro pelos 30 (trinta) anos de bons serviços musicais e militares prestados à Força Aérea Brasileira. Em 2002, voltou a sua terra natal como Presidente Filarmônica XV de Novembro Cabense, participando do 10º Encontro de Bandas de Música da Mata Norte como regente da Banda Filarmônica e do III Concurso de Bandas e Fanfarras como presidente da comissão julgadora.

Contribuiu como regente nas gravações dos cds “Frevo de Rua Danadinho” (autor Miro de Oliveira), “Brasil 500 anos” (Secretaria de Cultura do Cabo de Santo Agostinho), “Frevos de Rua do novo milênio” (compositor Inaldo Moreira) e “O Tema é Frevo Vol.5” (Hugo Martins, rádio universitária, recife). Fez participação no Projeto “Música nos Mercados Públicos” e “O Ano do Turismo em Boa Viagem”, organizado pela Prefeitura do Recife. Participou no Projeto Tim: Música e Aprendizado, organizado pelo Maestro Ademir Araújo, como professor de trompete de jovens de idade entre 12 a 17 anos. Além disso, participou também do Concurso de Orquestras Itinerante no Pátio de São Pedro e do Projeto Jaguar 500 – A Maior Orquestra de Frevo do Mundo. Participou como Professor de “Trompete” no Projeto “O TIM – Músicas nas Escolas”, coordenado pelo Maestro Ademir Araújo.

Lucivalte – homenageado do carnaval 2012 – prefeitura do Cabo

Suboficial Lucivalte (Caboco) percorreu os grandes rincões do Brasil como músico e regente da Banda de Música da Base Aérea do Recife, tendo em sua responsabilidade a gravação do CD “50 Anos da Base Aérea do Recife”. Em fevereiro de 2012, foi o Homenageado do Carnaval da cidade do Cabo de Santo Agostinho, como também foi honrado com Voto de Aplauso pelo dia do Músico na Câmara Municipal do Cabo de Santo Agostinho. Atualmente, continua desenvolvendo suas atividades musicais com o compromisso de enaltecer cada vez mais esse ritmo pernambucano que contagia pessoas de todas as idades e lugares: o Frevo.

Clipe 1 – apresentação, escolha do instrumento, inicio da vida profissional como músico;

Clipe 2 – período no Exercito (corneteiro), desenvolvimento técnico, agradecimento aos mestres de banda: Manuel da Lage, Agrício Santos e SO Melo;

Clipe 3 – ingresso na Aeronáutica, evolução profissional e responsabilidade;

Clipe 4 – de aprendiz a mestre de banda, maestro do pulinho;

Clipe 5 – a importância da Banda de Música, banda civil como curso preparatório para as Bandas Militares;

Clipe 6 –  maestro Caboclo, o Frevo, as Bandas Militares como ambiente de origem do Frevo.

Copista – há décadas o SO Lucivalte desenvolveu a habilidade de copiar partituras. Veja exemplo ao lado.  Apagão (frevo de rua) – autor: Antônio Carneiro da Silva – arranjos: Moises da Paixão – cópia: Lucivalte

Para mais informações procure o músico e regente, contatos:

                    9968-5188 / 9133-5250          lucivaltealves@hotmail.com

Diversos

Youtube links

Clipe 1 – Dia da Força Aérea Brasileira, apresentação da Banda da Base Aérea do Recife no dia 19/10/2010 no Teatro Santa Isabel.

Clipe – 2 – Frevo Sanfonado, Concerto realizado no Teatro Santa Isabel comemorativo ao dia da Força Aérea no dia 18/10/2010.

Clipe – 3 – SEMANA DA ASA 2008 – EVENTO REALIZADO NO TEATRO ISBA – 16 OUT 2008 – BANDA DE MښSICA DA BASE AɉREA DE SALVADOR – BA – BRASIL

Anúncios