Atualização

coreto - Projeto Mapeamento I Mata NorteClipe de divulgação Prêmio Ayrton Carvalho. Projeto Mapeamento I 
– AGRADECIMENTOS:
As ações que buscamos estabelecer visam servir como apoio paradidático e etno-estético ofertado para todas as Filarmônicas. Nossos agradecimentos as Bandas da Região Metropolitana do Recife e da Mata da Zona da Mata Norte, bem como, aos tantos colaboradores do Catálogo online desde 2009. Do mesmo modo agradecemos a Fundarpe, Conselho Estadual de Preservação do Patrimônio Cultural de Pernambuco, Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), Universidade de Pernambuco (UPE), Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional e ao Instituto Arqueológico, Histórico e Geográfico de Pernambuco. Aprendemos muito com o modo como os regentes e dirigentes de Bandas FIlarmmônicas.
2º Prêmio Ayrton de Almeida Carvalho anuncia vencedores:ayrtoncriado em 2015, com objetivo de reconhecer anualmente ações voltadas à preservação, sobretudo, da memória cultural do Estado, dos seus patrimônios culturais materiais e imateriais. O prêmio faz uma homenagem ao engenheiro, professor, intelectual e gestor público, Ayrton de Almeida Carvalho, foto ao lado. Reconhecimento ao seu trabalho na implantação da Superintendência do Iphan/PE e atuação como professor na UFPE. A entrega da premiação acontecerá em agosto 2017, durante a 10ª Semana do Patrimônio Cultural de PE. CATEGORIA – PROMOÇÃO E DIFUSÃO – Vencedor: Projeto Cultural Mapeamento I de Bandas de Música de Pernambuco.  (Representante: Arthur BigHead)
Acesse os resultados abaixo.
Mapeamento IMapeamento I de Bandas de Música de Pernambuco (Mata Norte) – Funcultura 2013 com realização em 2014/2015. A grande extensão territorial do Estado dificulta a comunicação entre as Bandas. Este projeto possibilita que a internet, possa servir de hiperlink entre elas. Mapeamos instituições tradicionais que realizam da iniciação a profissionalização técnica de modo gratuito e continuo. Apresentamos Bandas em funcionamento e desativadas. Cadastramos e catalogamos Filarmônicas, Associações, Grêmios, Veiculamos a atividade como inclusão digital, por meio de convergência digital. E criação de rede virtual entre Filarmônicas para comunicação de suas atividades em comum, problemas e soluções.
Canal Youtube – Projeto Mapeamento I Bandas de Música Tradicionais de Pernambuco (Mata Norte e RMR Norte) com filmagens realizadas durante o período do Mapeamento I. Produzimos clipes, de curta duração, registro da atividade desenvolvida por tantos participantes. E durante a produção do Mapeamento I, surgiram vários músicos, alguns fora da RMR e Mata Norte, querendo participar. Devido a importância desses profissionais veiculamos tais personalidades como exemplos gerados pela dedicação e estudo continuo da Música. Grato as Filarmônicas pelo trabalho que desenvolvem.
.
ANEXOVisite também: Anexo Mapeamento I   –
O material aqui apresentado faz parte da produção de conteúdo extra, desenvolvido durante o Projeto Mapeamento I Bandas de Música Tradicionais de Pernambuco (Zona da Mata Norte e Região Metropolitana do Recife – Norte)
_____________________
__________________________________
__________________________________________
Catálogo online Bandas de Música de Pernambuco (criado em 2009)
rota-1-mapa
O projeto surgiu como plataforma de comunicação do Ponto de Cultura Bandas Centenárias Convergência Digital. Ao longo de 08 anos estamos servindo ao nosso público alvo como fonte paradidática e de referência webliográfica.
O perfil desse público é composto por aprendizes, músicos, regentes, compositores, arranjadores, estudantes e pesquisadores com foco nas Filarmônicas. Ampla faixa etária e diferentes classes sociais.
Dado importante: a Filarmônica, enquanto instituição sócio-cultural, está presente em outros estados e países o que torna possivel que nosso Catálogo online seja acessado por um público fora de Pernambuco.
Agregamos vários temas, assuntos, personalidades, fatos e aspectos relacionados a esse universo musical em Pernambuco. Devido ao amplo material que continuamos a coletar, preferimos reordenar o acesso as informações periodicamente, buscando facilitar a compreensão de aspectos sobre o importante papel pedagógico que as Filarmônicas representam, e desenvolvem, nos municípios brasileiros e pelo mundo.
Prezados músicos, colaboradores, seguidores, amigos e apoiadores, queremos informar modificações necessárias para que nosso Catálogo possa continuar sua existência online, mesmo que de modo reduzido, ou com poucas ações.
Na medida do possivel ampliaremos as Rotas e Áreas de ação (ver imagem ao lado, é um esboço de mapa que rabiscamos no intuito de mostrar os muitos caminhos).
______________________
__________________________________
__________________________________________.
“Todo material produzido, para Todos que procuram aperfeiçoar”
“Todos os serviços, e links oferecidos, gratuitamente para quem quiser se melhorar”
catblog.
Como navegar no Catálogo online Bandas de Música?
Sugerimos 05 possibilidades para acessar o Catálogo online:
1) observe abaixo da logomarca do “Catálogo”, na abertura de cada página, a barra de links com menu de escolhas;
2) no menu a direita há uma busca direcionada, digite no quadro, encontre a resposta e/ou itens relacionados;
3) na coluna da direita, há links disponibilizados, como possibilidade de menu para acessar;
4) na página de abertura, você poderá “Escolher o link e visitar”;
5) no final da página de abertura, você poderá utilizar o link “Mapa do Site”;
6) logo abaixo, você poderá navegar por links temáticos  no “Material Disponibilizado”;

_____M  A T E R I A L    D I S P O N I B I L I Z A D O ___

coreto
Escolha o Link e visite:
Salvaguarda do Frevo (120 PARTITURAS de FREVOS). Levantamento realizado pelo Iphan-PE, Casa do Carnaval, LAC e Gerência de Preservação do Patrimônio Cultural Imaterial da Secretaria de Cultura da PCR. Com participação da historiadora Carmem Lelis e do Maestro Edson Rodrigues. Um importante registro sobre o Frevo.
SALVAGUARDA (Clique aqui)
veja aqui (Partituras) 

Banda-de-musica-da-Empresa-Pernambuco Tramwais-decada de 20MEMÓRIA VIRTUAL espaço para manter ideias e modos de agir dos muitos Mestres Regentes, Compositores, Escritores, Pesquisadores e grandes instrumentistas que se destacaram em suas trajetórias. “A memória” faz parte do processo de conhecimento, sendo considerada fundamental para guardar as lições tiradas do passado. Útil para o processo evolutivo pela capacidade de arquivar, de modo gradativo, individual ou coletivo, lições apreendidas por acumulação.
ebook catalogo estanteWeb Cast E-books – Contamos com vários colaboradores, voluntários e amigos das Filarmônicas que incentivam a continuar “nosso Catálogo online” por um mundo melhor para as Bandas de Música! Sua colaboração é fundamental para que esse projeto continue. Apresente, divulgue suas ideias sobre as Bandas de Música nessa página. Ao consolidarmos a proposta do Ponto de Cultura no Catálogo online Bandas de Música de Pernambuco “ampliamos o acesso gratuito”,  de seis Bandas para todas as Bandas de Musica de PE, aos resultados gerados pelo Catálogo online. Nossa ação é de inclusão digital por meio de serviços, pesquisa, produção de material digital acessíveis em qualquer lugar do mundo, 24 horas por dia, utilizando-se notebook, smartphone, tablet, PC, smart TV.
como-ler-partiturasBanco de Partituras do Catálogo online Bandas de Música de Pernambuco. Criado com a colaboração de vários músicos comprometidos com a causa das Bandas de Música: o Maestro Luiz Paranhos e o compositor Brandão (ambos de AL), Maestro Ivan do Espírito Santo, Juliano Barbosa, Roque Netto, Maestro Marcos F.M, Maestro Ademir Araújo, Maestro Jô, Maestro Nilson Lopes. E dos novatos Antoninho (Passira/PE), José Fernandes (João Pessoa/PB) e Emanuel Barros (Condado/PE). Acesso gratuito e você escolhe o que precisa. Apresentamos composições dos participantes ou seus arranjos.Bom material de estudo para execução técnica e interpretativa.
outros-bancos-mais-partOUTROS BANCOS mais PARTITURAS. Aqui apresentamos vários Bancos de Partituras constituídos pelas fontes: Iphan-PE; Casa do Carnaval, LAC  e Gerência de Preservação do Patrimônio Cultural Imaterial da Sec de Cultura da PCR; Fundarpe; Secretaria de Cultura do Ceará; Funarte. O acesso ao serviço, e aos diferentes acervos, é totalmente gratuito, a riqueza do material disponibilizado permitirá a músicos, regentes e aprendizes muitas partituras para estudo e prática. O acervo do “Sesc Partituras” cabe ressalva quanto a sua busca, as opções de escolha pode ser abrangente ou com foco de busca bastante definido, indo do autor a quantidade de instrumentos para execução da peça musical. Bom estudo!!!!!
O Frevo & a Banda – A sociedade influenciava a banda e esta por sua vez exercia grande influência também na sociedade, principalmente nos costumes, usos e papéis desempenhados por pessoas e classes, era um elemento de mobilização dentro das camadas sociais a que pertenciam, criando formas musicais, ritmos e danças. Como o caso da música carnavalesca, particularmente o “FREVO’ surgido da interação entre música e dança, tendo sua estrutura se fixado numa evolução de música das bandas na rua, entre as quais a “POLCA” e o “DOBRADO’, nas variações dos solos de bombardinos, requintas, taróis, surdos, flautins, clarinetas, trombones, trompetes, etc.
FREVON_CAPOEIRA_E_PASSO_CapaFrevo, Capoeira e Passo -Valdemar de Oliveira- Em 1909 o compositor Capitão  “Zuzinha” (José Lourenço da Silva)  – compôs a marcha “Divisor das Águas”, com um ritmo acelerado diferente das marchas anteriores, o que veio a se denominar de primeiro frevo. A arquitetura do Recife ajudava a sonoridade acústica do Frevo, e os capoeiras criaram os primeiros passos da música. Capitão Zuzinha, regente da Brigada Militar (hoje PMPE) colaborou no surgimento de outras Bandas Militares. Veja resumo da obra “Frevo, Capoeira e Passo, 1942”  em duas partes.
acesse: Frevo, Capoeira e Passo – PARTE I          
acesse:
Frevo, Capoeira e Passo – PARTE II
(trecho do livro FREVO, CAPOEIRA E PASSOValdemar de Oliveira, 1942, Extraído de Boletim Latino Americano de Música. Rio de Janeiro; Montevidéu, Instituto Interamericano de Musicologia, 1946, ano 6, v.6, p.157-192)
Resultado de imagem para Maestro NunesJosé Nunes de Souza (memória) – Maestro Nunes (compositor, arranjador, professor – 1931/2016). Nasceu em Angélica, distrito de Vicência/PE, dois locais com Bandas de Música (Filarmônica). Autor de:
–  Mosquetão (Orquestra 1º de Novembro de Timbaúba)
–  Cabelo de Fogo, Banda 1º de Novembro de Timbaúba, 1975
–  É de Perder os Sapatos (Orquestra do Maestro Duda)
–  Frevo dos Motoristas (Orquestra de Rua)
_  Folhas que não caem Banda da PMPE (O Tema é Frevo – V1) 
Crônicas e Lembranças (2014)  –  Texto IV  – A híbrida música nordestina:ct-musica-aneis-arvores-900
tonal e modo-quartal “do nordeste brasileiro”.  
Normando Carneiro. 

A música denominada “Modo-Quartal do Nordeste Brasileiro” é uma experiência nacionalista que contempla como matéria prima, o cancioneiro nordestino tratado harmônica e melodicamente segundo o modalismo regional em parcela com a técnica quartal. Em função disso, verificamos que o autor desfaz intencionalmente a condição tradicional dos encadeamentos reservando para alguns acordes, modal e (ou) quartal funções de dependência ou atração tradicionalmente acadêmica.
capa Coretos - ebookCrônicas e Lembranças -Dissertação Mestrado-Texto III- Coretos: Imagens Eternas 
Maestro Normando Carneiro – Texto com função especifica de lançar elementos para análise sobre um período exato na existência de duas importantes Bandas de Música de Pernambuco (Curica e Saboeira). O ponto de interesse desse texto é apresentar a “busca” de uma ética de vida, em prol de um mundo melhor, estimulada e desenvolvida pelas imagens sonoras emergentes da música destas duas Corporações Musicais da cidade de Goiana (Zona da Mata Norte de Pernambuco). Dissertação do Maestro Normando Carneiro (compositor, arranjador, pesquisador ) Obs. Este texto foi extraído do periódico “Poiesis”: Estudos de Ciência da Arte v. 4 (2000) – -Niterói, 2000 – v.: II; 22×24 cm Publicação do Programa de Pós Graduação em Ciência da Arte Anual ISSN 1517-5677 1. Arte, 2. Ciência da Arte. 3.Teorias da Arte. 4. Linguagens da Arte CDD 700.105 UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE Copyright 2002 by Programa de Pós Graduação em Ciência da Arte Direitos desta edição reservados à EdUFF – Editora da UFF.
representacao-bidimensional-da-distorcao-causada-pela-massa-de-um-objeto-gravidadeCrônicas e Lembranças -Arte- Texto II: Imortalidade Artística – Normando Carneiro
Arte é a atividade realizada através de um ser energético inteligente que ocupa, e manipula, um corpo físico hospedeiro. artista, essa entidade se manifesta através de uma ordem estética a partir de percepções estilísticas individuais, do tempo, emoções e ideias, com o objetivo de estimular esse interesse de consciência em si, ou mais espectadores, e cada obra de arte possui um significado único e diferente. Arte é universo de possibilidades de criação.
Crônicas e Lembranças – HOMENAGEM –  lourival-de-oliveira-clarinete-1
Texto I: uma inusitada experiência com Lourival de Oliveira – Normando Carneiro

Texto elaborado como uma forma de agradecimento do ex-aluno para com seu professor.  Normando Carneiro foi aluno de Técnicas/composição do Frevo de Rua. Curso com o Maestro Lourival de Oliveira – Recife, PE – 1965/1967, nesse período ele também tocou na bandinha do Lourival. Recebemos do Maestro Normando Carneiro (RN) texto/homenagem falando sobre o grande compositor de frevos Lourival de Oliveira. E por sugestão do proprio Normando resolvemos abrir esta página como um meio para que outros músicos possam nos enviar textos sobre o universo das Filarmônicas e suas experiências construtivas.
livro-1-e-2Livro: Tocando com Amor e Tradição “A Banda de Música em Alagoas” – ampla pesquisa e banco de dados, livro em dois volume – autor: o jornalista Wilson Lucena. A pesquisa documental e, de campo, realizadas em 16 anos. Em 1998, com o advento da Federação das Bandas de Música e Fanfarras de Alagoas o seu engajamento do autor à diretoria da Instituição, ampliou sua militância bandística, antes limitada às cidades de Penedo e a Piaçabuçu, estendeu-se para outras localidades, consolidando-se, assim, o projeto de historiar as bandas filarmônicas alagoanas e biografar seus maestros.

Maestro Luiz ParanhosMaestro Luiz Paranhos (AL) – Inciou na Música nos anos 70 na Escola Técnica Federal/AL, com Mestre Manuca. Nos anos 80 estudou trombone e composição. Nos anos 90 fez licenciatura em Música na UFAL. Entre 2004 e 2011 reestruturou a Banda de Música Pimentel (São Miguel dos Campos/AL). Em 2012 participou do Pró-Bandas da Secretaria de Cultura de Alagoas, realizando a digitação e algumas alterações no hino oficial (veja aqui e baixe as partituras). Hoje preside a Federação de Bandas de AL. Colaborador do Banco de Partituras do Catálogo com vários de seus arranjos.
Capa livro PMPI - Rocha SousaEbook – Banda de Música da Polícia Militar do Estado do Piauí  
autor: Maestro Rocha Sousa(PI/2014)
Recorte temporal desde sua criação em 1875 até 2013. Uma visão historiográfica sobre o trabalho desenvolvido através da Banda da PMPI, de seus mestres, de seus músicos, compositores e sobretudo, seu papel sociocultural desempenhado no Piauí. A Banda é um órgão de representação da PMPI, exerce funções artísticas musicais junto à tropa, ao governo e as comunidades, em toda extensão territorial piauiense, há mais de um século. Um resgate que deverá gravar para a posteridade a memória desta que é a mais antiga banda de música em atividade do Estado do Piauí e que, há 138 anos, contribui ininterruptamente no campo da cultura musical para o povo piauiense.
“O Dobrado – A Nossa Marcha Cívica” – Rocha Sousa (PI)
Um dos melhores textos sobre Dobrado está disponibilizado no blog do pesquisador Maestro Rocha SousaEm “O Dobrado – A Nossa Marcha Cívica” o autor cita mais dois outros importantes pesquisadores, os musicólogos: Curt Lange e o Maestro Fred Dantas (BA) para fundamentar seu ponto de vista sobre o Dobrado. O resumo aqui apresentado, em itálico, e marrom, é formado por trechos do texto citado, aqui utilizado como paradidático. No final desse resumo você encontrará o link específico para o texto na integra. O ponto de partida do pesquisador Maestro Rocha Souza é a definição do que seja Dobrado.
b15a1-969037_633214360030616_659543963_nMaestro Rocha Sousa (PI)  –  Antonio Carlos ROCHA SOUSA é músico-militar integrante da Banda de Música da Policia Militar do Estado do Piauí, atuando como regente, compositor e arranjador. Atua também como regente e instrutor dos Projetos Bandas-Escolas na cidade de Teresina e União-Pi. É um mestre de banda com vasta experiência em música militar, folclórica e popular. Piauiense, nascido em 1967 na cidade de José de Freitas-PI, iniciou sua formação musical em 1987, na Banda de Música da Policia Militar do Estado do Piauí. Estudou Instrumentação, Orquestração e Arranjo para Banda com o Mestre Elton Oliveira na Banda da PMPI de 1988 a 1990.
Nilson Lopes e Banda Sinf. CEMO OlindaMaestro Nilson Lopes originário de Nazaré da Mata, começou os primeiros passos na Banda Capa Bode (Euterpina de Nazaré). É regente, compositor, arranjador, professor e contrabaixista. Atualmente é regente da Banda Sinfônica do CEMO (Centro de Educação Musical de Olinda). É Também arranjador e contrabaixista da Banda Sinfônica do Recife. Baixe aqui partitura com composição dele (Pedro e Paulo) e uma partitura com arranjo que ele fez (para musica Qui nem jiló).  Ouça duas composições dele que foram gravadas pela Orquestra Raízes Pernambucanas (03- De sol a sol  e a 09- Pedro e Paulo).
capa CD Raizes PernambucanaOrquestra Raízes Pernambucanas
CD Musicoletividade – regência Fábio César   

01 – PE no Frevo – Dedeco     /     02 – Coroação – Parrô
03 – De Sol a Sol – Nilson Lopes   /    04 – Caboclinho Selvagem – Beto do Bandolin
05 – Frevando em Ouro Preto – Maestro Duda     /    06 – Coco da Raízes – Walter D’Souza
07 – Raízes Pernambucanas – Maestro Ademir Araújo
08 – Recife Iluminado – Maestro Forro   /    09 – Pedro e Paulo – Nilson Lopes
10 – Um Toni em dias de festa – Maestro Spok      /    11 – IR (dobrado) – Profº Paulo Lira 
zuzinha1amarelada“o Dobrado e a Banda” – Apresentamos pesquisadores, partituras, áudios de Dobrados e Marchas. A humanidade, em movimento, criou uma música que traduz esse aspecto inerente ou a “ação humana sobre o planeta terra”. Assim nasceu a Marcha. No Brasil, o Dobrado levou o povo, e a tropa, na cadência. Evoluiu da Marcha Militar, e no ambiente da sociedade civil foi bem aceito. Em Pernambuco esse ambiente gerou o Frevo na mistura com a capoeira. (foto: Banda da PMPE). A frente Capitão Zuzinha.
frevo_100_anos_de_folia“o Frevo e a Banda” (Filarmônica) – Disponibilizamos partituras, canal youtube para audição de MP3, clipes e link para curtas, e-books. Em grande parte material que encontramos na internet, organizado por vários pesquisadores. Nossa intenção é disponibilizar elementos sobre essa cultura.  “O frevo é um caminho para o floreio de várias melodias sobrepostas, quebrando o pulsar constante, com contratempos, sincopes interativas e imitativas do passo. Algo polifônico que demonstra a coexistência múltipla de traços e passos”. Evidenciamos o trabalho de muitos outros pesquisadores que disponibilizam dados. A relação entre fervo e Banda Filarmônica foi o ponto de partida para fixação desse estilo musical entre nós. Mas que isso
zuzinha2amareladaCapitão Zuzinha – Catende 1889/ Recife 1952
“Capitão Zuzinha” (José Lourenço da Silva).  Foi em Goiana que desenvolveu seus estudos em Música, flautista de grande domínio técnico, tocava vários outros instrumentos e chegou a ser regente da Banda Saboeira onde iniciou. Também passou pela Banda Curica. Depois ingressou na Brigada Militar. No ano de 1909 compôs a marcha “Divisor das Águas”, com um ritmo acelerado diferente das marchas anteriores, o que veio a se denominar de primeiro frevo. Capitão Zuzinha, regente da Brigada Militar (hoje Banda da PMPE) colaborou com o surgimento, formação, de outras Bandas Militares pelo Brasil, como foi o caso da Banda da Base Aérea do Recife.
canal-catalogoCanal Catálogo (web cast). Veja instituições visitamos. A finalidade do Catálogo Online é ampliar esse Portal Virtual, como espaço que sirva de instrumento gratuito para comunicação das atividades, comum a todas as Bandas de Música de Pernambuco. Estamos montando vários clipes biográficos com músicos que iniciaram suas carreiras em Bandas de Música. Do mesmo modo estamos registrando a histórias, personalidades e particularidades destas instituições. Ao mesmo tempo apresenta a história de cada Banda, suas vitórias, lutas e dificuldades. Divulgando de modo coletivo o importante serviço social, pedagógico, cívico e artístico-musical desenvolvido por elas.
VIDEOAULASLOGOCanal Vídeo Aula  (web cast). Aula espetáculo “E o Frevo Continua…”. E o workshop, de mesmo nome, oferecido para aprendizes da Banda Manoel Bem ti vi. Há também registro da oficina para tubas e bombardinos, ensaio e apresentação pública. Registro dirigidos, com foco didático nos diferentes tipos de técnicas, ou de execução, e interpretação, desenvolvidos pelos mais diferentes arranjadores, instrumentistas, regentes e Bandas de Música. Passamos a disponibilizar, trechos de aulas que registramos. Todo material aqui apresentado foi produzido pela equipe do Ponto de Cultura Bandas Centenárias Convergência Digital e conectado ao Catálogo online Bandas de Música de Pernambuco.
mp3logoCanal MP3 (web cast) neste canal reuniremos mostra da música produzida pelas Bandas, e por integrantes, passaremos a disponibilizar  a audição de modo gratuito, com a intenção de divulgar compositores, instrumentistas, regentes e arranjadores. Nosso país tem várias faces musicais, gostaríamos de indicar alguns links que mostram essa riqueza musical e cultural. São várias e diferentes fontes que produziram o material abaixo. Aqui estamos indicando pedagogicamente tais links pelo importante teor que os autores proporcionam.
PALESTRAONLINECanal Palestras (web cast). Biografias e experiências. Registro de palestras biográficas que ajudam o visitante compreender como vários músicos se profissionalizaram e a importância das Bandas nesse processo. A função do material abaixo disponibilizado é indicar o cunho educativo, artístico, ético-profissional, cultural da Música como arte e ciência humanista, cooperativa, coletiva, construtiva. A direção dos clipes é baseada numa visão holista sobre a opinião de cada palestrantes, intenta apresentar o conhecimento prático individualizado pela organização pessoal construída participantes ao longo de suas vidas. Foram entrevistados: SO Lucivalte, SO Ivan do Espírito Santo, Isaías Ferreira, Adelson Silva, Maestro Minuto,  Juliano Barbosa, Maestro Luiz Paranhos, Chromacio Leão, Sgt. Sobrinho, Estevam Vieira, Roberto Silva, Maestro Ademir Araújo, dentre outros..
estação central do recife inicio sec XXMemória Virtual A memória faz parte do processo de conhecimento, é considerada fundamental para guardar as lições tiradas do passado, e reutilizá-las se preciso. Homenageamos a memória de vários instrumentistas responsáveis pela brasilidade na música, pesquisadores, personalidades oriundas das das Bandas (Levino Ferreira, Capitão Zuzinha, Nelson Ferreira, Lourival Oliveira, Toscano, Felinho, dentre muitos outros). Esse patrimônio etno-cultural relacionado a atividade compositora,  é um importante relato histórico sobre a evolução do modo de fazer Música entre nós.
os-cabras-de-lampiao-no-frevoOs Cabras de Lampião, obra de arte musical. Disco de autoria do clarinetista Lourival Oliveira. Em 12 temas o autor explora a relação entre diversos elementos da cultura nordestina e o Frevo. O domínio técnico das partituras é evidenciada na destreza dos músicos. A direção ele dividiu com Nelson Ferreira. (clique aqui). Compôs, entre 1960 e 1979, uma série de frevos-de-rua, com nomes de cangaceiros do bando de Lampião (Virgulino Ferreira da Silva), que foram reunidos em elepê pela Fábrica Rosemblit, em 1979:Ouça o clássico Corisco. Paraibano de Patos, nascido em junho de 1918, Lourival Oliveira é autor de alguns dos mais memoráveis frevos-de-rua da história deste gênero musical. Foi aluno do grande Levino Ferreira de quem aprendeu além da teoria, o dom de criar belas melodias para seus frevos.
web castWeb Cast I – Apresentamos vídeos produzidos pela equipe do Catálogo Bandas de Música de Pernambuco, coordenada pelo pesquisador Arthur BigHead (abh). A ideia é registrar como pensam nossos músicos. Como as Bandas de Música conseguem resistir e manter uma tradição didática eficiente, gratuita, desde a iniciação musical até a profissionalização. Como superam o desprezo administrativo do estado e conseguem oferecer ensino gratuito e de boa qualidade. A Videoteca do Catálogo online Bandas de Música de Pernambuco visa divulgar estas instituições por meio dos resultados alcançados e pelos serviços prestados a nossa sociedade. Um dado que se repete sistematicamente vem da evidencia de continuidade sempre com bons resultados. A lógica da existência das Bandas de Música é mantida em cada município que visitamos. Nascem e se mantêm como escolas de civismo, ascensão social por meio da educação e como centros profissionalização no interior.
convergenciaWeb Cast II – Canal vídeoaulas – Apresentamos alguns aspectos para o aprendizado e aperfeiçoamento técnico do músico na relação com a Música, o instrumento, regência, manutenção de instrumentos, técnica de sopro, percussão. Nosso plano é tornar o acesso amplo. O Canal Videoaulas também abordará elementos de nossa cultura musical, em grande parte sobre expressões estilística-musicais que nos caracteriza enquanto brasileiros. Passamos a disponibilizar, trechos de aulas que registramos. Todo material aqui apresentado foi produzido pela equipe do Ponto de Cultura Bandas Centenárias Convergência Digital. É diretamente conectado ao Catálogo online Bandas de Música de Pernambuco.
formigueiroparavideo1Projeto Formigueiro coleta de dados biográficos e análise histórica sobre a atividade artística/educacional do Maestro Ademir Araújo. Personalidade ligada a vários aspectos, e estilos, da música pernambucana. A Pesquisa ressalta a abrangente dimensão cognitiva, musical-cultural, gerada pela experiência de cinco décadas de trabalho desenvolvidas pelo “Mestre Formiga”.
A Banda
quadro: Edierck José Afogados da Ingazeira
.
A Filarmônica (Banda de Música) entre nós traz algumas peculiaridades:
.
# a relação da Filarmônica com o Dobrado
# a relação da Filarmônica com o Frevo
falar nesses aspectos é o mesmo que pensar a importância do trabalho de Hugo Martins.
hugo martins 1Hugo Martins – é ator, compositor, escritor, pesquisador, radialista, sonoplasta, produtor, diretor musical, criador do programa “O Tema É Frevo” (pela Rádio Universitária deste 10/10/1967). A partir de 1977 iniciou a gravação, de vários discos (LP) também intitulados “O Tema É Frevo”. Hugo aglutina, por meio do trabalho, várias personalidades que colaboraram e colaboram construtivamente, numa autônoma ação de salvaguarda do Frevo. .
Em 2007, nas comemorações dos 100 anos do Frevo foi regravada a Coleção da Série “O Tema É Frevo” – 100 anos de Frevo – foi produzida caixa promocional com 10 discos transcritos do formato LP para CD, com produção de Hugo Martins, patrocínio da PCR, prefeito João Paulo. Apresentamos essa bela obra coletiva onde “O Tema É Frevo”. Os discos servem como síntese representativa de ação continua, e prolongada, realizada por Hugo e seus muitos colaboradores no registro do Frevo e seus diferentes tipos.
Veja relação do material gravado:
Escolha o Link e visite:
O  TEMA  É  FREVO
Em todas as épocas do ano
se ouve música popular brasileira.
“E frevo, é música popular brasileira!”
(Hugo Martins)
ouça dez discos da série “O Tema É Frevo” –
produção: Hugo Martins
_______________________________________
Hugo Martins
Disco: Frevo – Fantasia – (A Música de Hugo Martins – Vol.02)
new-podcast-mediumHugo Martins
Programa  “O Tema É Frevo” na Rádio Uol – Acesse aqui o registro de vários programas realizados pelo Hugo Martins, via Rádio Universitária (da UFPE). Durante os programas o repertório que analisa, e apresenta, reflete várias nuances do Frevo. “O Tema É Frevo” bem representa ampla pesquisa de seu criador sobre o universo do Frevo. Com essa mensagem, e sob o comando de Hugo Martins, o programa “O tema é frevo”, completa 49 anos de história na música pernambucana. No ar desde 10 de outubro de 1967, primeiramente pela Rádio Universitária AM, e depois pela FM, Hugo Martins não imaginava que “O tema é frevo” pudesse ter uma vida tão longa.
_____________________________________________________
Maestro Zaccarias e Sua Orquestra, texto do pesquisador Abílio Neto
aristides zacariasZaccarias e Sua Orquestra, Três da Tarde, de Lídio Macacão, 1960
Zaccarias e Sua Orquestra, Vassourinhas de Levino, Levino Ferreira, 1956
Zaccarias e Sua Orquestra, Fogão, de Sérgio Lisboa
Zaccarias e Sua Orquestra, Freio a Óleo – de Maestro José Menezes, 1950
Zaccarias e Sua Orquestra, Lágrimas de Clarinete, de 1961
Zacarias e sua Orquestra – Cuidado, senão eu grito, Zumba – 1945)
Zacarias, Orquestra e Carlos Galhardo –  Os Melhores Dias de Minha Vida, Capiba
Zaccarias e sua Orquestra – Levado da Breca – de David Vasconcelos – 1952
___________________________
Fonte:  luciano hortencio
Fonte:  Abílio Neto
_____________________________________________________
Ivan do Espirito Santo - saxIvan do Espirito Santo – “Arranjos” – 12 partituras para Filarmônicas. Agora tá completo!!! há alguns dias disponibilizamos os arranjos do saxofonista. Trabalho que desenvolveu no primeiro semestre de 2015. Banco de Partituras Ivan do Espírito Santo (PE).
* Happy – nova
* Mourão – nova
* Terra Brasileira – nova
* The Monuments Men – nova
*  Suite para Trompa em F – nova
*  Spitfire Prelude and Fugue – nova
*  Na Glória! – nova
*  Alceu Valença In Concert – nova
*  Charles Anjo 45 – Trilha Sonora – nova
*  For Once In My Life – nova
*  Glasgow Kiss – nova
*  Whiplash  – nova
Baixe os arranjos de Ivan do Espírito Santo em:
https://catalogobandasdemusicape.wordpress.com/banco-de-partituras/
https://catalogobandasdemusicape.wordpress.com/ivan-do-espirito-santo/
_________________________________________________________
Maestro Manoel Carvalho - Brapo (DF)Missão Cumprida – Despedida do maestro Manoel Carvalho da Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional Claudio Santoro Brasília – Dezembro de 2015. Registro realizado pelo fotografo Marcelo Dischinger (DF). Foram 35 anos de Orquestra Sinfônica de Brasilia – Aos 10 anos (1958) Manoel Carvalho ingressou na Banda de Música 15 de Novembro, de Palmares. Com 13 anos, recebeu de seu pai e grande incentivador para estudar música, João Zeozino, um saxofone alto. formou o seu primeiro conjunto, o septeto “Os Mancines”, que durante cinco anos, na década de 60. Em 1966 ingressou na Banda na Banda da PMPE. Em 1968, ingressou na Banda da Base Aérea de Brasília, sendo um dos seus fundadores, e participou durante dez anos. Bacharel em Clarineta e Licenciado em música pela Universidade de Brasília, foi professor da Escola de Música de Brasília por 30 anos. No CEP/Escola de Música de Brasília é o responsável pelas formações da Banda Sinfônica, Superband Jazz, e Banda Primeiros Sons, em todas, atuando como regente e solista. Por mais de dez anos tem trabalhado como professor e regente do Curso Internacional de Verão da Escola de Música de Brasília, foi clarinetista da Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional Cláudio Santoro (um dos seus fundadores).
Visite: https://catalogobandasdemusicape.wordpress.com/manoel-carvalho-de-oliveira/ 
_________________________________________________________
Memória Virtual – homenagem –  composições do Maestro Joaquim Pereira/PB – Maestro Joaquim Pereira - fonte. ONordete.com(DOBRADOS)
.
01- Os Flagelados
02- Paraíba Moderna
03- Academia Militar
04- Caiçara
05- Capitão Agenor Sales
06- Dr. Oldano Pontual
07- Tenente Passos
08- Subtenente Urias
09- Recordações de Afonso
10- Ednaldo Bezerra
____________________________________________
HINO AS BANDAS – Luiz Florentino de Moura, Condado e Recife/PE
Foi da Banda da Base Aérea do Recife, e iniciou seus estudo na Banda 28 de Junho em Condado/PE.
“Mourinha” compositor, arranjador e instrumentista

partitura hino das bandasHINO ÀS BANDAS – (Luiz Florentino de Moura)
Cantemos todos, com alegria,
Com fulgor e energia sem par
A voz do hino vibra nos ares,
Exaltando o povo a cantar.
Quanta beleza! Quanta harmonia!
Nos traz a banda para nossa vida!
E no encanto da melodia
Eis a magia que a banda tem.
……. É tradição,
……. Ouvir tocar,
……. Lindas canções,
……. Jamais esquecidas.
…….. Nos faz lembrar,
…….. A nossa infância
…….. Dons sons festivos
…….. Que a música nos dá.
______________________
MAPASITEMapa do Site – esta página possibilita ao leitor visão completa das páginas e links  que compõem o Catálogo online Bandas de Música de Pernambuco, como principal banco de dados e ações desenvolvido pelo Ponto de Cultura Bandas Centenárias Convergência Digital. Estamos em constante atualização.
_____________________________

Catálogo online Bandas de Música de Pernambuco
coretoProjeto surgiu, em 2009, como plataforma de comunicação do Ponto de Cultura Bandas Centenárias Convergência Digital. Estamos servindo ao público alvo como fonte didática, paradidática e de referência webliográfica. Seu perfil é composto por aprendizes, músicos, regentes, compositores, arranjadores, estudantes de música e pesquisadores com foco nas Filarmônicas. Ampla faixa etária e diferentes classes sociais. Outro dado importante é que a Banda (Filarmônica) está presente em vários estados e em outros países. Assim agregamos vários temas, assuntos, personalidades, fatos e aspectos relacionados a esse universo musical. Continuamos a coletar e receber material, preferimos reordenar o acesso as informações periodicamente, buscando facilitar a compreensão de aspectos sobre o importante papel pedagógico que as Filarmônicas representam, e desenvolvem.
Catálogo online Bandas de Música de Pernambuco
© Copyright 2009 – Todos os direitos reservadoslogos